powered by Typeform
Saiba como economizar na compra de imóvel - Rodrigo Basto Imóveis

O mercado imobiliário no atual cenário econômico brasileiro não está muito favorável. Vender um imóvel se tornou uma tarefa árdua e trabalhosa, sem muita liquidez. A grande quantidade de unidades disponíveis no mercado em geral e principalmente as construtoras cheias de estoques, fez com que o preço médio por m² sofresse certa queda. Ainda assim, é possível saber como economizar ainda mais na compra de imóvel agora.

Caso você esteja buscando adquirir um imóvel, este é o melhor momento, pois a expectativa de reagida do mercado neste ano é bem positiva e promissora, por isso é hora de aproveitar e ainda ganhar com a valorização do imóvel, depois da compra. Mesmo com os preços em baixa, os proprietários estão aceitando negociações. Além disso, essa não é a única maneira de garantir a economia na compra do bem imóvel.

Existem outras práticas que podem diminuir o valor a pagar pela realização do seu sonho, o que, certamente, será uma grande vantagem. Ficou interessado? Então, continue a leitura deste artigo e não deixe para depois!


1- Compare as taxas de juros de financiamentos

Muitos compradores realizam a aquisição do bem por meio de financiamento bancário, devido ao alto valor do imóvel e maior prazo para pagamento, em torno de 35 anos. Porém, as taxas podem interferir no processo de compra.

Portanto, é primordial que você compare as taxas de juros das instituições financeiras antes de assinar o contrato com o banco. Não se esqueça de analisar todos os encargos que serão incluídos e o prazo de pagamento. Essa é a única maneira de garantir que o sonho da casa própria não venha a se tornar um grande pesadelo.

Veja as taxas do Custo Efetivo Total

A compra de um imóvel, quando realizada por meio de um financiamento, normalmente é dividida em vários anos. Essa grande divisão costuma não ser favorável ao comprador, mas, infelizmente, é a única opção que muitas pessoas possuem para sair do aluguel.

Por isso, é de extrema importância que você avalie e faça uma pesquisa a fundo sobre as taxas de juros e o Custo Efetivo Total (CET). Hoje é possivel fazer essa simulação sem se deslocar a cada banco, levando vários dias, hoje com a ajuda de um correspondente bancário, que é uma empresa especializada em financiamentos bancários, é possível fazer tudo online, infelizmete a maioria destas empresas são vinculadas a apenas um banco com exclusividade, por sorte nossa imobiliária tem uma parceria com a melhor empresa de correspondente bancário multibanco do estado do Ceará, agilizando todos os nossos processos e sem nenhum custo para os nossos clientes.


2- Custos de ITBI, escritura e registros em cartório

A prefeitura tem um órgão camado de SEFIN - (Secretaria de Finanças), que avalia os imóveis negociados e cobra um imposto chamado de ITBI (Imposto de Transferência de Bens Imóveis), que custa 2% (dois por cento) sobre os valores não financiados, e 0,5% (meio por cento) sobre os valores financiados. 

O valor da avaliação é cotada de acordo com estudo de mercado feito pelos próprios funcionários da prefeitura e em algumas vezes o valor da avaliação poderá ficar mais alta do que a da própria compra e venda, neste caso mesmo mostrando o contrato de compra e venda, o órgão não tem obrigação de aceitar e caso o contribuinte (Comprador) se sinta prejudicado, poderá solicitar uma reavaliação, porém isso não é garantia de redução do valor da avaliação, caso o fiscal considere o valor de mercado seja maior do que a da compra e venda, permanescerá os valores da avaliação da prefeitura e não da compra e venda.

Os cartórios utilizarão a avaliação da prefeitura como base de cálculos para cobrar os serviços de escritura e registro do imóvel, porém a tabela de preços do Tribunal de Justiça tem um teto máximo de valor das custas de acordo com o valor da avaliação.

A Lei de registros representa um custo adicional para o comprador. Após o processo de aquisição do imóvel é preciso registrá-lo, garantindo os documentos que comprovam que você é o proprietário do bem.

O contrato de compra e venda confeccionado pelo banco, tem fé pública e pode ser substituido pela escritura em cartório, que atualmente custa mais de 03 (três) salários mínimos vigentes, porém o banco poderá cobrar alguns custos como: A avaliação do imóvel pelo engenheiro, custos com confecção do contrato, dentre outros.

Sobre o custo do registro do contrato de financiamento, é válido ressaltar que a compra do primeiro imóvel, por meio do Sistema Financeiro de Habitação (SFH) permite que o comprador obtenha 50% de desconto, porém essa observação precisa estar inserida no contrato do banco e se caso não conste, o benefício não será consedido pelo cartório. Esse benefício somente será aplicado se o bem não ultrapassar o valor de R$500 mil.


3- Dê uma boa entrada

Uma excelente maneira de economizar se dá pela entrada. Como comprar o imóvel à vista é praticamente impossível, uma boa entrada é capaz de diminuir o prazo e as taxas do financiamento, além de ser um bom atrativo para o vendedor fechar negócio.

Uma alternativa encontrada por muitas pessoas é utilizar o saldo do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) para aumentar a quantia disponível para a entrada. Vale a pena tentar, não é mesmo?

Comprar um imóvel significa ter um planejameto prévio para se organizar e poupar dinheiro, e não apenas o fato de decidir adquirir um imóvel e já partir para a busca de imóveis ou imobiliárias estando descapitalizado, assim ficará praticamente impossível de fechar negócio em um imóvel, mesmo com as grandes oportunidades do mercado.

Se estiver com muita pressa para realizar esse sonho e não possui uma reserva de dinheiro disponível no momento, vale a pena analisar se poderá se desfazer do seu carro, com certeza terá mais liquidez e em alguns casos poderá servir de moeda de troca como parte da entrada na compra do imóvel, se esse carro for o único transporte da família, analise se vale a pena financiar um outro carro com uma entrada mínima ou ficar um período andando de carro alugado, Uber ou até mesmo de ônibus, posso afirmar que todo o sacrifício para adquirir um imóvel será muito bem recompensado.

Se para adquirir o imóvel dos sonhos depende da venda de um outro imóvel, é mais acertivo primeiramente manter o foco para trabalhar a venda deste imóvel, para depois investir tempo em procurar os imóveis para a compra, pois como a venda do seu imóvel pode não ter a liquidez esperada, todo o trabalho com visitas, preços e disponibilidades poderão não se manter depois de um tempo decorrido.  

A aquisição de um bem imóvel não se equivale a uma compra de uma simples Televisão. É preciso realizar muita pesquisa, conhecer as melhores localizações, sem dúvida a ajuda de um bom ESPECIALISTA EM CLIENTES faz toda a diferença em agilidade de tempo e escolha do imóvel ideal para cada perfil de cliente. Aliando essas práticas com as dicas fornecidas, você entenderá como economizar na compra de imóvel. Pense nisso!


4- Cuidados com a documentação do imóvel e dos vendedores

Muitas pessoas não sabem, mais problemas na documentação do imóvel ou dos vendedores podem impossibilitar a venda do imóvel e pode gerar prejuizos para ambas as partes, muitas vezes não é por maldade, mais a ajuda de um profissional experiente no mercado imobiliário faz toda a diferença. O fato de um imóvel estar financiado em nome do vendedor não quer dizer que seja possível ser financiado novamente para o comprador, em algumas situações em que o imóvel a venda sofreu ampliações de área edificada e não obedeceu os recuos estipulados nas normas do banco, pode ser reprovado, como também se um dos vendedores estiver com restrições cadastrais no SPC ou SERASA, o banco também não financiará para o comprador. Outros cuidados são se as certidões negativas de débitos Federais, Estaduais e Trabalhistas em nome dos vendedores estão saindo, pois caso estejam positivas, o cartório não transfere a escritura e o banco não financia o imóvel. Por isso é muito importante consultar a situação do imóvel e dos vendedores antes fechar negócio, por isso é recomendado a presença de um profissional ESPECIALISTA EM CLIENTES para que tudo termine perfeito.


E aí, gostou do artigo? Ainda possui alguma dúvida sobre o processo de compra de imóvel? Se sim, entre em contato conosco que será um prazer lhe ajudar! Não perca tempo!


Tire suas dúvidas